Alergia a ácaros: Como proteger sua família dessa alergia comum

Com algumas mudanças em casa, você consegue ajudar a sua família a evitar crises de alergia a ácaros.

Ter crises de alergia a ácaros pode ser bastante desconfortável. Você conhece as principais medidas capazes de ajudar você e sua família a evitarem esse problema? Explicamos tudo, desde os principais sintomas a formas de prevenção! Venha conferir!

Sintomas de alergia a ácaros
Remédio para alergia a ácaro
Alergia a ácaros na pele
Como evitar ácaros em casa
Mulher sentada no sofá com cobertor.

Desde os anos 1960, os ácaros são reconhecidos como um dos principais gatilhos para alergias, provocando sintomas em até 2% da população mundial, com números ainda maiores em algumas regiões do planeta, como Europa e América do Norte1. Eles estão entre os principais desencadeadores de crises de rinite alérgica, doença que provoca sintomas em quase 30% dos adolescentes brasileiros2.

Os ácaros são frequentemente encontrados em casacos, cobertores e roupas de cama que ficam guardados no armário durante o verão e são utilizados no outono e no inverno. Por isso, é importante conhecer os principais sintomas causados pela alergia a ácaros, saber como se proteger e ajudar a sua família a evitar esses bichinhos tão pequenos, quase invisíveis. Por isso, separamos algumas informações bem importantes para você! Confira!

Como os ácaros se proliferam?


Os ácaros são animais bem pequenos e estão na mesma subclasse que as aranhas. Mas, calma, que eles não são venenosos! Eles se desenvolvem em locais em que encontram as condições perfeitas para viver: ambientes quentes e úmidos. Estudos indicam que temperaturas entre 18 e 24ºC e umidade acima dos 70% são os indicadores ideais para a proliferação desses bichinhos1.

Os ácaros podem ser encontrados na poeira e em colchões, travesseiros, cobertores, roupas de cama, carpetes, tapetes e materiais estofados. Os ácaros têm mais de 20 componentes identificados que causam alergia, mas o principal fator que desencadeia alergias espalhadas pelo ar são os excrementos desses aracnídeos microscópicos3.

Alergia a ácaros: sintomas envolvem espirros e nariz entupido


O contato com os ácaros pode desencadear crises de rinite alérgica. Entre os sintomas mais comuns da rinite alérgica estão nariz entupido, coriza, espirros, coceira no nariz, na garganta e nos olhos. Inicialmente, os sintomas podem não parecer graves, fazendo com que muitas pessoas deixem de procurar ajuda médica1; 4.

Além do mais, pacientes com crises de rinite alérgica podem ter uma piora na qualidade de vida por causa dos sintomas. Entre as consequências, podem ser citadas dor de cabeça, cansaço, dificuldade de atenção e de aprendizagem e problemas para dormir, como a apneia do sono. Na soma de todos os fatores desencadeantes de crises, os sintomas de asma afetam 19% dos adolescentes brasileiros, enquanto a rinite alérgica chega a atingir 24% deles. Só por aí, já dá para ter uma ideia do quão complicado pode se tornar o problema4. Existem ainda evidências de que os ácaros são gatilhos para crises de dermatite atópica. Ou seja, é possível sofrer de alergia a ácaros na pele5.

Como se proteger dos ácaros? É possível evitá-los?


A boa notícia é que é possível evitar ter contato com os ácaros e as partículas que provocam alergia liberadas por eles, consequentemente, prevenir as crises de rinite alérgica desencadeadas por esses bichinhos minúsculos. As principais medidas passam por mudanças dentro da própria casa, aumentando a frequência com que os diferentes cômodos são limpos, por exemplo (6). Confira algumas recomendações:

  • Lave cobertores, lençóis e outras peças de roupa de cama a cada 1 ou 2 semanas, se possível, em água quente;
  • Cubra o colchão e travesseiros com capas de tecido protetor antialérgico;
  • Remova tapetes e carpetes e diminua a quantidade de cortinas e móveis estofados, substituindo por persianas e móveis feitos de outros materiais, como couro, vinil e madeira;
  • Após lavar os tapetes, deixe-os expostos ao sol para secar bem;
  • Mantenha a casa ventilada;
  • Evite dormir ou permanecer muito tempo em porões.2; 6

Existe remédio para alergia a ácaros? Como tratar o problema


Nem sempre é fácil adotar as medidas citadas acima, especialmente para quem tem baixa mobilidade financeira. Por isso, muitas vezes, é necessário recorrer a um tratamento para aliviar os sintomas causados pela alergia a ácaros. O primeiro passo para tratar adequadamente o problema é procurar um médico. O diagnóstico pode ser clínico, mas testes ajudam a determinar exatamente os gatilhos que desencadeiam as crises4.

Os tratamentos medicamentosos existentes ajudam a aliviar os sintomas causados por essa alergia. O maior exemplo são os anti-histamínicos, como Allegra® (Cloridrato de fexofenadina), que podem ser usados nas formas intermitentes e

leves de rinite alérgica. Para casos persistentes, moderados e graves, podem ser necessários também os corticosteroides intranasais, associados a anti-histamínicos e descongestionantes nasais e outras opções indicadas pelo médico4.

Há ainda estudos apontando que o uso de probióticos pode ser útil para pacientes alérgicos, como nos quadros de dermatite atópica, mas as evidências ainda são limitadas e precisam de mais avanços1. Existe também a imunoterapia por meio de vacinas, opção eficaz contra alergia a ácaros no caso da rinite alérgica7.

Este artigo não substitui a consulta com um médico. Allegra® deve ser usado como indicado na bula. Se você suspeita que tem alguma alergia, procure seu médico ou um alergista. Apenas eles podem realizar um diagnóstico adequado.

Leitura recomendada



ALLEGRA®️ (cloridrato de fexofenadina). Indicações: é um anti-histamínico destinado ao tratamento das manifestações alérgicas, tais como sintomas de rinite alérgica (incluindo espirros, obstrução nasal, prurido, coriza e conjuntivite alérgica) e urticária (erupção avermelhada e pruriginosa na pele). MS 1.8326.0359. O USO DO MEDICAMENTO PODE TRAZER ALGUNS RISCOS. Leia atentamente a bula. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. Abr/22. MAT-BR-2304537