Rinite: causas, sintomas, tratamentos e estratégias para alívio

O que é rinite?
O que causa rinite?
Principais sintomas da rinite
Tratamento para rinite
Tudo o que você precisa saber sobre rinite! Chega de viver sofrendo com crises de espirro.

Atenção, riniter de plantão. Se só de ler a palavra rinite o nariz já começou a coçar e veio aquela vontade de espirrar, este artigo é para você!  

Vamos explicar, em detalhes, o que é rinite, quais as causas e os sintomas e também como aliviar as crises. Sabia também que nem toda rinite é alérgica? Fique com a gente e entenda melhor suas crises de rinite. Porém, claro, se alguma dúvida aparecer, não deixe de consultar um médico, viu!?!

O que é rinite?


Rinite é um tipo de inflamação da mucosa do revestimento nasal. Geralmente quando há uma crise de rinite, a pessoa tem nariz entupido, coriza, espirros, coceira e diminuição da capacidade de sentir cheiro1

Isso porque o nariz funciona com um filtro do nosso sistema respiratório. Se há contato com substâncias tóxicas e irritantes que podem prejudicar o funcionamento dos pulmões, o nariz cria formas de impedir a entrada desses agentes. E exatamente as reações derivadas dessa proteção que provocam os sintomas que caracterizam a rinite1.  

Segundo a Organização Mundial da Alergia, cerca de 30% a 40% da população mundial sofre com rinite alérgica2. Dados de 2017 apontavam a rinite alérgica como a doença crônica mais prevalente no Brasil3. Pois é, amigo riniter, definitivamente você não está sozinho nessa!  

Nesse caso, toda essa reação acontece quando alguém que tem predisposição entra em contato com os chamados alérgenos, substâncias que o organismo identifica como estranhas (vamos detalhar isso logo, logo)1,3.  

Saiba mais sobre as alergias respiratórias e como se cuidar 

Entretanto, há também casos de rinite que não são alérgicos. Como detalha a Biblioteca Virtual de Saúde, do Ministério da Saúde, a rinite não alérgica "pode ser provocada por infecções por vírus, bactérias ou fungos, por alguns tipos de medicamentos, hormônios e por problemas como o refluxo gastroesofágico (doença em que o conteúdo do estômago volta para o esôfago)"1.  

Rinite ainda é vista como uma doença comum, que tem origem em qualquer idade. Isso quer dizer que adultos e crianças podem sofrer com a rinite4.

O que causa rinite


A rinite pode ter origem hereditária, mas as causas ainda não são totalmente elucidadas1. Mas quem tem essa predisposição e entra em contato com determinados alérgenos de forma frequente e repetida pode enfrentar uma crise de rinite alérgica5.

Gatilhos para a rinite alérgica

Então, a resposta para o que causa rinite alérgica está justamente nesses alérgenos, que se tornam gatilhos para alergia5. Trata-se de substâncias que podem facilmente se dispersar pelo ar e penetrar no epitélio respiratório3

Entre os alérgenos mais comuns estão:   

  • ácaros (que são encontrados aos montes na poeira, em coisas guardadas, colchões etc)3,5
  • fungos (mofo)3,5
  • pelo, saliva ou urina de animais3
  • barata3,5
  • pólen5.   

Há ainda outros fatores que podem desencadear uma crise de rinite alérgica, como mudanças bruscas de temperatura, inalação de ar frio e seco (olha a relação entre ar-condicionado e rinite) e de outros agentes irritantes, como fumaça de cigarro, poluição, entre outros3.  

Confira o que é alergia e 10 perguntas sobre o assunto respondidas

Causas da rinite que não é alérgica

Dentre as rinites não alérgicas, para entender a causa podemos olhar o tipo da doença4

  • Rinite infecciosa: pode ser aguda ou crônica. No caso da aguda, a maioria é causada por vírus3. E, quando temos essa infecção, temos as gripes ou os resfriados4.
  • Rinite não alérgica e não infecciosa: nada de alergia ou vírus por aqui. Nesse caso, a rinite pode ter relação com medicamentos, gravidez e até ser aquela coriza que algumas pessoas têm depois de comer algo muito quente ou apimentado4.
  • Rinite mista: é classificada dessa forma quando há mais de uma causa envolvida4.

O IV Consenso Brasileiro sobre Rinites concluiu ainda que a rinite pode ter causa emocional ou ser secundária a alguma alteração na anatomia do nariz3.

Principais sintomas da rinite


Os sintomas da rinite alérgica mais comuns são a coriza, a coceira no nariz e as crises de espirro.
 

Quando pensamos em rinite alérgica, os sintomas mais comuns são:  

  • crises de espirro4
  • coriza líquida, em geral, abundante4
  • coceira no nariz, nos olhos, nos ouvidos, no céu da boca e na garganta4
  • congestão nasal4;  
  • olhos avermelhados, irritados, lacrimejando e coçando4
  • gotejamento pós nasal (secreção que escorre por trás do nariz, para a garganta e pode provocar pigarro ou tosse)4
  • alteração do olfato e do paladar4.  

Vários desses sintomas estão presentes também nas demais rinites. Dependendo da causa, é possível ter sintomas mais ou menos intensos, além de outras manifestações3.  

Por exemplo, na rinite hormonal pode ocorrer uma congestão vascular no nariz, o que pode levar ao clássico nariz entupido e também à muita secreção (hipersecreção nasal). Já a produção excessiva de muco ainda está relacionada à rinite provocada por agentes irritantes. E a obstrução nasal é o sintoma predominante na rinite emocional, desencadeada por situações estressantes em quem tem essa predisposição3.

Rinite crônica ou não

A duração dos sintomas da rinite tem relação com a classificação da doença. A rinite alérgica pode ser intermitente, quando os sintomas surgem em intervalos longos e podem desaparecer espontaneamente. Ela é considerada persistente, quando os sintomas se repetem com mais frequência: mais de 4 dias em uma semana e em mais de 4 semanas no ano4

Mas vale lembrar que a rinite alérgica é uma doença inflamatória crônica das vias respiratórias5.

Tratamento para rinite


A rinite alérgica não tem cura, mas é possível adotar uma série de atitudes que podem prevenir e minimizar as crises1. E independentemente do tipo de rinite, é fundamental acompanhamento médico. O especialista será capaz de entender seu caso e indicar o melhor tratamento para qualquer uma das rinites.  

Junto com o médico será possível identificar substâncias que provocam a sua alergia, com um teste de alergia, por exemplo. Feito isso, você pode tentar se afastar desses alérgenos. Esse é o primeiro passo para lidar com a rinite alérgica1.  

Veja ainda quais são os fatores que pioram as alergias

 Se necessário, o médico pode indicar o uso de antialérgicos4. Allegra® é um medicamento que pode ser usado a partir de 2 anos, na versão pediátrica, para o alívio dos sintomas da rinite alérgica6. Há também Allegra® em comprimidos, nas concentrações 60, 120 e 180 mg. O medicamento é indicado para uso adulto e pediátrico, acima de 12 anos7.  Allegra® não dá sono*6,7.  

Para o tratamento a longo prazo, o médico pode ainda indicar o uso de cortocoides tópicos sob a forma de spray nasal4. Entenda quais são os remédios para rinite e como eles podem fazer parte do tratamento.  

Para completar, há ainda as vacinas antialérgicas. Elas são usadas, com acompanhamento médico, para diminuir a sensibilidade aos gatilhos em quem é alérgico1.

Quando a rinite pode virar sinusite?

É importante buscar tratamento para evitar complicações. Há até um ditado referente a isso: "rinite não mata, mas maltrata"4.  

Como ressalta a Associação Brasileira de Alergia e Imunologia, "a inflamação repetida da mucosa nasal na rinite alérgica pode resultar em acometimento de olhos, ouvidos, seios da face, amígdalas, faringe e pulmões"4.  

Ou seja, a rinite pode não apenas "virar" uma sinusite, mas também desencadear problemas como otite, amigdalite e conjuntivite4.  

Por isso é essencial buscar ajuda, entender o que é bom para rinite e seguir o tratamento. Um quadro de rinite não controlada pode agravar até mesmo a asma, sabia? Mas, por outro lado, seguir o tratamento adequado para rinite alérgica pode melhorar os sintomas da asma4.

E como aliviar os sintomas de rinite em casa

Ácaros (que moram aos montes na poeira), produtos com cheiro forte, perfumes e fumaça de cigarro são substâncias que podem provocar a rinite, como já vimos3. Para evitar sintomas de rinite em casa, é importante também manter o lar protegido desses fatores1.

Tudo o que é bom para aliviar os sintomas da rinite envolve manter o nariz hidratado e a casa livre dos alérgenos que causam as crises.
 

Veja as recomendações sobre o que é bom para rinite quando pensamos na nossa casa e também na rotina:  

  • mantenha a casa limpa1
  • prefira aspiradores com filtro e pano úmido para a limpeza1
  • use máscaras ao limpar armários e estantes de livros1
  • mantenha os ambientes arejados e expostos ao sol1
  • evite cortinas, carpetes, tapetes, almofadas ou outros objetos que possam acumular poeira1
  • lave as roupas de cama pelo menos uma vez por semana e as roupas guardadas há algum tempo antes de usá-las1
  • se possível, mantenha animais de estimação fora de casa1
  • adote um estilo de vida saudável1
  • não fume1
  • beba com moderação1
  • tome bastante água1

É possível conviver com a rinite e afastar as crises. Converse sempre com seu médico para tirar dúvidas e siga nossas dicas. Viva no seu melhor, livre dos sintomas da alergia.  

*Estudos não demonstraram associação do uso do produto de Allegra® com alteração no padrão do sono.


ALLEGRA®️ (cloridrato de fexofenadina). Indicações: é um anti-histamínico destinado ao tratamento das manifestações alérgicas, tais como sintomas de rinite alérgica (incluindo espirros, obstrução nasal, prurido, coriza, conjuntivite alérgica) e urticária (erupção avermelhada e pruriginosa na pele). MS 1.8326.0359. O USO DO MEDICAMENTO PODE TRAZER ALGUNS RISCOS. Leia atentamente a bula. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. Outubro/2023. MAT-BR-2306371